quarta-feira, 22 de abril de 2015

Mais 3 mortes violentas em Parauapebas

Outras três mortes violentas foram registradas no município de Parauapebas no feriado de Tiradentes, duas por homicídio e uma por acidente de trânsito.

As vítimas são Leudimar Pereira da Silva, morta com uma facada desferida pelo próprio marido; Bruno Pereira Neto Santos, conhecido por “Gordo”, executado com seis disparos de arma de fogo; e Jair Luz de Freitas, vítima de acidente de trânsito.

Homicídios
A mulher Leudimar Pereira da Silva foi morta com uma facada desferida pelo próprio marido, Paulo Ferreira da Silva, que se encontra foragido; enquanto Bruno Pereira Neto Santos, conhecido por “Gordo”, foi executado com seis disparos de arma de fogo em via pública, no momento em que dirigia um veículo, ao lado da namorada, que saiu ilesa da execução.

Acidente de trânsito
No acidente que vitimou Jair Luz de Freitas, ele transitava em uma motocicleta, chocou-se com a traseira de um caminhão e morreu no local. (Vela Preta/Waldyr Silva)

terça-feira, 21 de abril de 2015

Cinco mortes violentas em Parauapebas

Parauapebas foi palco de cinco mortes violentas nesta segunda-feira (20), sendo três vítimas de acidente de trânsito e duas por homicídios dolosos. As informações são do delegado Thiago Carneiro.

Wilame Santos, que foi vítima de arma branca, morreu no Hospital Municipal às 2h30.

Um acidente ocorrido por volta das 14 horas à altura do km 5 da Estrada Faruk Salmen, envolvendo duas motocicletas, deixa os dois pilotos mortos, Cícero Vasconcelos e Célio da Silva.

No Bairro Novo Brasil, Bruno Ricardo, conhecido por “Gaguinho”, foi executado às 16h30 com um tiro na cabeça. A vítima tinha passagem na polícia por tráfico de drogas.

Reginaldo Leal Cardoso foi vítima de acidente de trânsito com caminhão na área do Projeto Salobo. O acidente ocorreu por volta das 19 horas, mas o corpo da vítima só foi retirado das ferragens do veículo às 3 horas da madrugada. (Waldyr Silva)

Homem é atingido por 17 facadas e vive

Até o fechamento desta matéria, encontrava-se internado em estado grave, no Hospital Municipal de Parauapebas (HMP), Elton Fabison Carvalho dos Santos, de 36 anos, que foi esfaqueado 17 vezes na madrugada de domingo (19), no Bairro Vila Rica, em Parauapebas.

Conforme o investigador Walter Barros, da 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil, ainda não se sabe quem foi o autor das facadas. A polícia foi procurada por volta das 2h30 da madrugada por uma pessoa informando que em um condomínio teria uma pessoa esfaqueada.

“Fomos para lá e soubemos que algumas horas antes a vítima estava bebendo em um bar com mais um amigo e um irmão, porém o irmão foi embora mais cedo. Quando já estava em casa, ele ouviu Elton chegar gritando e o encontrou todo ensanguentado, aí acionou o Samu”, explicou o policial.

Nesta segunda-feira (20), internado, Elton Carvalho não estava em condições de dar mais informações à Polícia Civil ou à reportagem. Ele recebeu pelo menos 14 golpes na região da cabeça, um à altura das costelas, um em um dos dedos e um na região do abdome. (Vela Preta/Waldyr Silva)

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Criança de 7 anos é atropelada e morta por motocicleta

Um acidente de trânsito ocorrido na tarde da última sexta-feira (17), na Avenida Buriti, Bairro Cidade Jardim, em Parauapebas, provocou a morte do garoto Gustavo Rosa de Jesus, 7 anos de idade. O menino foi atropelado por uma motocicleta conduzida por Eliquiel Gomes da Silva, que foi apresentado, acompanhado de um advogado, à Delegacia de Polícia Civil e prestou depoimento.

À polícia, Eliquiel Silva confirmou que conduzia a motocicleta Honda CG 150 Titan, de placa JJS 0544, a 40 quilômetros por hora em uma via que estava sendo utilizada como desvio, já que a principal estava em obras, quando avistou uma criança que estava na margem querendo atravessar a rua.

Essa criança, no entanto, foi seguida por Gustavo Rosa e o piloto alega que não teve tempo de parar. Ele diz ainda que chegou a buzinar e tentou desviar, mas acabou atingindo Gustavo, que foi socorrido por ele, solicitando para outras pessoas que chamassem uma ambulância.

Ao pedir socorro, as pessoas foram informadas pelo Samu que não havia veículo disponível, então um motorista que estava no local socorreu o menino até o Hospital Municipal. O condutor afirma que a criança já estava desacordada e com a cabeça sangrando, quando foi levada à casa de saúde.

Eliquiel Silva permaneceu no local do acidente até a chegada da Polícia Militar, que o encaminhou à Polícia Civil. Apenas na delegacia ele recebeu a informação de que o garoto havia morrido e afirmou estar muito arrependido.

O tio da vítima, Cliomar Gomes, também foi ouvido em depoimento e informou que a criança havia saído da escola e seguia para casa, quando foi atingida pela moto a cerca de 500 metros da casa dele. Ele esteve no local ainda antes de a criança ser levada ao hospital. (Vela Preta/Waldyr Silva)

sábado, 18 de abril de 2015

Duas mulheres presas com droga

A Polícia Civil de Parauapebas prende em flagrante delito neste sábado (18) as nacionais Natália Firmino Santos (traficante) e Felisbela Ribeiro de Sousa (usuária), acusadas de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Os policiais civis já vinham investigando um ponto de vendas de drogas na Rua Araguaia, Bairro da Paz, quando abordaram as duas suspeitas e encontraram três petecas de crack. As duas mulheres foram conduzidas para a delegacia.

Após levantamento pelo bairro, a polícia descobriu que Natália Santos residia na Rua Chico Mendes e na posse de informações a equipe foi até o local e apreendeu mais 250 gramas de crack, balança de precisão, a quantia de R$ 168,00, além de apetrechos para a fabricação e comércio ilícito.

Natália Santos é namorada do nacional Reginaldo dos Santos dos Anjos, que se encontra preso em Marabá, também suspeito de praticar o comércio ilícito de substância entorpecente.

A prisão das duas mulheres foi feita pelo DPC Paulo, IPCs Abraão, Walter, Ricardo, Humberto e Max, sob a coordenação da Superintendência Regional de Polícia Civil em Parauapebas. (Thiago Carneiro/Waldyr Silva)

quinta-feira, 16 de abril de 2015

Casal flagrado com mais de 300 gramas de maconha

A Polícia Civil prendeu nesta quarta-feira (15) em Parauapebas mais um casal acusado de comercializar substância entorpecente no município.

Juciele de Jesus Costa e Ana Paula Dias de Brito foram presos em flagrante após trabalho investigativo da polícia na Rua Céu Azul, Bairro Betânia.

No momento da abordagem, a polícia apreendeu em poder dos acusados 300 gramas de maconha prensada e 30 gramas in natura.

De acordo com o delegado Thiago Carneiro, a prisão do casal foi efetuada pela equipe plantonista comandada pelo DPC Paulo Junqueira, sob a coordenação da Superintendência Regional de Polícia Civil em Parauapebas. (Waldyr Silva)

terça-feira, 14 de abril de 2015

Homem encontrado morto pode ter sido vítima de homicídio

Apesar de não ter sido encontrada nenhuma lesão por arma de fogo, arma branca ou traumatismo durante o exame necroscópico, a Polícia Civil de Parauapebas investiga a morte de Alexandre Santos Tavares, conhecido como "Acerola", que teve o corpo encontrado na manhã de sábado (11), como vítima de homicídio.

Conforme o delegado Thiago Carneiro Rodrigues, superintendente regional em Parauapebas, a Polícia Civil vai aguardar o laudo final do exame, porém a primeira linha aponta para homicídio, já que o homem foi encontrado envolto em uma lona, dentro de uma grota, na Rua Paraná, Bairro Casas Populares II.

"Temos informação de que ele está envolvido com o crime, mas não foi possível detectar a causa da morte, já que não foi encontrado nenhum vestígio de lesão e estrangulamento. É uma visão preliminar e até acreditamos que possa ter sido morte natural, mas vamos aguardar o laudo para podermos continuar as investigações, já que a principal linha é o homicídio”, presume.

Para o delegado, Alexandre Tavares pode ter sido morto por ter envolvimento com diversas práticas criminosas, dentre elas furtos e tráfico de drogas. (Vela Preta/Waldyr Silva)

sábado, 11 de abril de 2015

Jornalista é baleado em assalto na PA 160

O jornalista Juno Custódio Brasil (foto) foi vítima de baleamento no final tarde de quarta-feira (8), numa tentativa de assalto ocorrida na Rodovia PA 160, que liga os municípios de Canaã dos Carajás e Parauapebas. Juno Brasil, que é editor do Jornal O Gazeta, transitava numa motocicleta de 150 cilindradas quando percebeu que vinha sendo seguido, à altura do balneário Água Boa, por uma motocicleta Titan preta.

O jornalista, um dos fundadores da Associação de Imprensa e Comunicação de Parauapebas (Aicop), acelerou a motocicleta, mas continuou sendo perseguido pelo ocupante da outra moto, que o alcançou e efetuou três tiros de revólver calibre 38. Um dos projéteis atingiu a vítima à altura da axila esquerda, saindo na parte de trás do braço.

Ao ser atingida, a vítima caiu e teve saqueado um dinheiro que acabara de sacar num banco em Canaã dos Carajás, para onde o assaltante retornou. Juno Brasil foi socorrido por um comerciante e levado ao Hospital Municipal de Parauapebas, onde foi medicado e posteriormente liberado.

Conforme informações do jornalista Nilson Santos, reproduzidas em vários blogs, Juno havia sacado R$ 1,8 mil antes de pegar a estrada. Ele também defende que a moto que perseguiu o jornalista era ocupada por dois homens e que foi o da garupa que atirou. (Bariloche Silva/Waldyr Silva)