terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Motociclista bate na traseira de caminhão basculante e morre


Um grave acidente envolvendo uma motocicleta e um caminhão basculante foi registrado por volta das 05h20 desta segunda-feira (20) à altura do km 40 da Rodovia PA 275, entre os municípios de Curionópolis e Parauapebas, resultando na morte do motociclista Eraldo Nunes Cruz, 23 anos (Rua Ypê nº 200, Curionópolis), que pilotava uma moto Biz 125 de cor prata, placa MWP 2095, e bateu na traseira do caminhão.

Segundo apurou a reportagem, o motorista do caminhão placa GWC 4863, Isaías Alves Ferreira, dirigia com velocidade moderada aos limites da rodovia, quando sentiu um impacto muito forte na traseira que “apagou” o motor do caminhão e parou. Ao descer do veículo, viu a moto debaixo do caminhão e o piloto já sem vida.

A Polícia Civil chegou ao local para liberação do corpo, tomou conhecimento de que a vítima não estava em alta velocidade e avaliou que o acidente poderia ter sido causado por conta da chuva que caía no momento.

Na tentativa de ser removido da estrada, o caminhão não funcionou o motor e foi levado por guincho para o pátio da delegacia de Polícia Civil, onde passará por perícias técnicas. (Wemerson Araújo / Waldyr Silva)

domingo, 19 de fevereiro de 2017

Ex-presidiário é flagrado com arma falsa e motocicleta com placa adulterada

O ex-presidiário Pablo Vinicius Sousa Ramos, 30 anos de idade, natural de Guaraí (TO), que, segundo a polícia, já puxou seis anos de cadeia pelo crime de homicídio, volta mais uma vez a ser preso, depois de ser flagrado em Parauapebas com um simulacro (arma falsa) de pistola PT 100 e uma motocicleta com a placa adulterada, na companhia de um adolescente de 17 anos de idade.

A polícia desconfia que Pablo Vinicius e o adolescente estivessem usando a motocicleta e a arma falsa para cometer assaltos em Parauapebas.

No momento em que foi abordado pela polícia, o suspeito apresentou documento como sendo Paulo Henrique Moreira Rosa, mas, ao serem revistados os bolsos, foi encontrada a carteira de habilitação em nome de Pablo Vinicius Sousa Ramos, sua verdadeira identidade.

Segundo ainda a polícia, o ex-presidiário adulterou com fita isolante a placa da moto Honda CG 150 FAN, vermelha, de OTM 0204 para OTM 8284.

De acordo com o sargento PM Ademilson, sua guarnição fazia ronda de rotina nos bairros da Paz e Guanabara, quando se deparou com a dupla em atitude suspeita transitando na contramão da Rua Marabá. Quando os dois perceberam a viatura, deixaram o local em alta velocidade, mas foram alcançados logo em seguida, ao perder o controle da moto e cair, juntamente com a imitação de arma.

A reportagem tentou conversar que Pablo Vinicius, mas ele não quis falar, enquanto o adolescente negou ser assaltante e disse que o simulacro seria para dar um susto em uma pessoa. (Caetano Silva / Waldyr Silva)

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Polícia tem suspeito de homicídio ocorrido no Bairro Novo Horizonte

A Polícia Civil está levantando informações sobre um suspeito de ter participado de um homicídio ocorrido na noite da última quarta-feira (15), no Bairro Novo Horizonte, Parauapebas, contra a vida de Guilherme Santos da Silva, 18 anos, conhecido por “Caubói”.

De acordo com o que apurou a reportagem junto ao delegado plantonista José Aquino, da 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil, testemunhas do crime apontaram essa pessoa como sendo um dos dois criminosos que efetuaram sete disparos contra a vítima.

“Caubói” se encontrava na Rua Caiena, por volta das 22 horas, quando dois homens se aproximaram em uma motocicleta Honda Bros, de cor preta. O sujeito da garupa desceu da moto e desferiu os disparos, utilizando uma pistola. A vítima chegou a ser levada para o Hospital Municipal de Parauapebas, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Nos primeiros levantamentos feitos pela polícia, pensava-se tratar de assalto, mas, em razão da sequência de tiros, a linha de investigação passou a ser de execução.

O caso está sendo acompanhado também pela Delegacia de Homicídios, sob investigação da delegada de plantão Yanna Azevedo, que está fazendo levantamento e tentando dar conclusão ao inquérito para chegar à autoria dos autores do crime. (Vela Preta/Waldyr Silva)

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Discussão entre colonos leva um à morte

Após discussão numa festa de aniversário em Palmares II, município de Parauapebas, entre os colonos José Natal de Araújo Silva, 44 anos, e Valdeci Avelino Vieira, de 49 anos, este último disparou um tiro no peito do primeiro, que morreu ainda no local.

O homicídio ocorreu por volta das 3 horas da madrugada desta segunda-feira (13), na esquina das ruaa Alberto Marciel e São João Batista, em  Palmares II, a 20 quilômetros do centro da cidade.

De acordo com informações colhidas pela reportagem junto à polícia e populares, horas antes do crime a vítima e acusado se envolveram numa discussão em uma festa de aniversário nas proximidades da praça do lugarejo.

O desentendimento teria ocorrido cedo da noite, mas não há detalhes do conteúdo da discussão e nem tão pouco o motivo que levou os dois a entrar em vias de fatos. José Natal foi encontrado morto a 50 metros da casa em que morava com a mulher e seis filhos menores de idade.

Ao lado do corpo foi encontrado um facão, mas não ficou confirmado se o mesmo pertencia à vítima ou ao homicida. (Caetano Silva/Waldyr Silva)

sábado, 11 de fevereiro de 2017

Dupla executa três pessoas e fere duas em Canaã dos Carajás



A Polícia Civil está investigando para identificar e prender dois pistoleiros que executaram com disparos de arma de fogo três pessoas e feriram outras duas. A chacina ocorreu no início da noite de sexta-feira (10) por dois meliantes que estavam de capacete numa motocicleta, em Canaã dos Carajás.

A primeira vítima fatal foi Robson Silva Santos, 26 anos de idade, morto com disparos de arma de fogo na cabeça, por volta das 19h20, em frente à residência localizada na Rua Mogno nº 370, Bairro Estância Feliz, Canaã dos Carajás. Robson Santos tinha duas passagens pela polícia.

A segunda vítima foi Bruno de Oliveira Adriano, 20 anos, assassinado também com disparos de arma de fogo na cabeça, por volta das 19h45, na Rua José Pereira Costa, Bairro João Pintinho.

O adolescente Ednilson Eduardo Araújo Lopes, de 15 anos de idade, foi a terceira vítima assassinada por disparos de arma de fogo na cabeça, por volta das 20 horas, na Av. Brasil, Bairro Novo Brasil I.

As outras duas pessoas que sofreram atentado são Lucas Ribeiro de Jesus, 15 anos de idade, atingido de raspão por disparos de arma de fogo na cabeça, por volta das 19h30, na Rua Pedro Trindade, em frente ao Clube Samambaia, Bairro dos Maranhenses; e Cleuton da Silva Pires, 19 anos, por raspão de disparos de arma de fogo na cabeça, por volta das 20 horas, na Rua Círio de Nazaré, próximo à casa nº 1, Bairro Estância Feliz.

Segundo apurou o delegado Fabrício Andrade junto às vítimas que sobreviveram ao atentado, os criminosos as abordaram com a pergunta: “Vocês já foram presos?”. Mesmo negando, as vítimas eram alvejadas com tiros.

O delegado afirma que o disparo em dois homicídios poderia ser de uma mesma arma, já que os estojos de bala seriam idênticos, mas esta confirmação só será possível após análise científica.

As investigações começaram a ser feitas pelas imagens das câmeras de videomonitoramento da cidade e depoimentos das testemunhas e vítimas. “Este crime não ficará impune”, afirma o delegado Fabrício Andrade. (Wemerson Araújo/Waldyr Silva)

Mulheres de policiais fazem protesto no quartel da PM em Parauapebas

Um grupo de mulheres de policiais militares fez protesto na manhã desta sexta-feira (10) em frente ao quartel do 23º Batalhão da Polícia Militar em Parauapebas, reivindicando melhorias no salário para os esposos e determinando que somente 3 viaturas fossem liberadas para rota normal.

Em declarações prestadas à reportagem, o PM Jorge Silva disse esperar que as reivindicações das mulheres fossem pacíficas, um direito que assiste, “mas não podemos esquecer em momento algum que boa parte da população é prejudicada, pois depende da segurança pública”.

O policial militar acrescenta que o 23º BPM atende, além de Parauapebas, os municípios de Eldorado do Carajás, Curionópolis e Canaã dos Carajás, com um efetivo de 280 homens.

De acordo com Josy Silva, uma das esposas dos policiais, o movimento reivindica melhorias salariais, de condição de trabalho e equipamentos de segurança. “Estamos aqui dando apoio a outras mulheres que tiveram iniciativa, buscando melhores salários e melhores condições de trabalho para nossos esposos, pois a união faz a força e estamos todas aqui unidas”.

Na opinião de Rafaela Cavalcante, esposa de um PM, não só em Parauapebas, como em todo o Brasil, vem ocorrendo muita violência, e os policiais precisam de estabilidade, de equipamentos de segurança, de salários melhores e dignidade, “pois são eles que estão na rua para proteger a sociedade”, declarou, assegurando que nenhum policial ou viatura sairia do quartel, enquanto não tivessem alguma posição do governo.

Mesmo diante do protesto, foram liberadas três viaturas para fazer rotas na cidade. A manifestação teve fim por volta das 15 horas do mesmo dia, e o policiais militares voltaram a trabalhar normalmente. (Wemerson Araújo/Waldyr Silva)

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Filho agride pai e é preso pela polícia

A Polícia Civil prendeu no início da noite desta quinta-feira (9), no Bairro Palmares Sul, a 10 quilômetros do centro de Parauapebas, Antonio Alves de Morais Filho, acusado de ameaças e agressão contra o próprio pai, senhor Antonio Alves de Morais.

Segundo depoimento do delegado Erivaldo Campelo, por volta das 16h30 Antonio Alves (pai do agressor) foi surpreendido com a chegada do filho, que é deficiente auditivo e mudo, com uma garrafa de cachaça, altamente embriagado. A vítima afirma que orientou o filho a se retirar da casa, mas Antonio Filho não saiu e começou a gesticular que agrediria o pai dele.

A fim de evitar brigas, o pai se direcionou à residência da neta Tatiana Alves de Morais, mas minutos depois o agressor apareceu empunhando um facão e gesticulando ameaças de morte, foi quando Tatiana fechou o portão em sua cara. Mesmo assim, o agressor tentou acertar seu pai, falhando na tentativa e acertando o portão.

Pouco mais tarde, a vítima volta à sua casa, quando se depara com o quebra-quebra do agressor em sua residência, chegando a levar vários socos do mesmo. Para se defender, Antonio Alves pegou um pedaço de madeira e o golpeou por três vezes no braço.

O agressor foi preso em flagrante e será indiciado por lesão corporal e violência doméstica. (Wemerson Araújo/Waldyr Silva)

domingo, 5 de fevereiro de 2017

Imagens de videomonitoramento flagram assassinato em via pública



Câmeras de segurança flagraram no início da noite desta sexta-feira (3) parte da ação de um homem que matou a tiros o motorista Jurandir Alves Feitosa, de 40 anos, no Bairro Cidade Nova, em Parauapebas.

A vítima foi assassinada dentro de um carro no momento em que deixava o local de trabalho, na Rua C. O atirador, um homem aparentando idade avançada, trajando camisa listrada e boné na cabeça, aparece escondendo uma arma sob a roupa. As imagens foram entregues à Polícia Civil para investigar o caso.

Segundo o tenente PM Nunes, Jurandir Feitosa havia acabado de entrar no carro, um Fiat Uno que estava estacionado em frente à sede da Defensoria Pública do Estado do Pará, quando foi alvejado.

Testemunhas disseram à polícia que avistaram uma motocicleta com placa amarela deixada na esquina da rua que pode ter sido utilizada pelo atirador para chegar ao local e posteriormente fugir.

A reportagem não conseguiu identificar familiares de Jurandir Feitosa no local para obter mais informações sobre o crime. (Vela Preta/Waldyr Silva)