sábado, 27 de agosto de 2016

Operação da PM apreende armas e restos de onças abatidas


A Polícia Militar apreendeu na manhã desta sexta-feira (26), em Curionópolis, um arsenal de mais de 30 armas de diversos modelos, várias cabeças de onças, carcaça de jacaré, pássaros silvestres, motores de motocicleta e uma porção de maconha.

Júlio César, de 54 anos, e Francisco Evangelista, 69 anos, foram presos e uma mulher foi conduzida para prestar esclarecimentos na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil, em Parauapebas.

Pelos crimes de porte ilegal de arma, inclusive de uso restrito, abate de animais ameaçados de extinção e protegidos por lei, captura de animais silvestres e tráfico de droga, os acusados podem pegar mais de 15 anos de prisão.

Segundo o tenente PM Faustino, a operação foi resultado de um trabalho do serviço de inteligência da corporação, que vinha investigando o derrame de arma de fogo em Curionópolis.
A operação foi montada com base nas informações colhidas, com apoio de homens da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), Grupamento Tático Operacional (GTO) e outras guarnições do 23º Batalhão da Polícia Militar.

As armas de diversos calibres foram encontradas numa casa localizada na Rua Bahia, em Curionópolis, como 12, 16 e 32, e de uso restrito da polícia e forças armadas, como 9 milímetros e 7,62, além de farta munição dessas armas e até de fuzil AK 47, usado pelo Exército da Rússia, e muitas cápsulas de pólvora.

Ao verificar outros cômodos da casa, os policiais encontraram um freezer abarrotado de cabeças de onças pintadas e pardas, patas dos animais, ossada de cabeça de jacaré e de onça e diversos pássaros da fauna brasileira protegidos por lei, e ainda motores de motocicleta e certa quantidade em maconha.

Perguntado sobre a possibilidade de os acusados estarem usando as armas para outros tipos de delito, o tenente respondeu que isso ainda vai ser apurado, porque as investigações terão continuidade. "As investigações vão apontar se eles utilizavam as armas só para caçar ou para a prática de outros crimes”, ressalta o tenente Faustino.

Na delegacia, a princípio, os acusados se negaram a falar com a imprensa, mas depois declararam que são ferreiros e trabalham em consertos de armas na cidade, porém, sem autorização para o ofício.

Francisco Evangelista afirmou que é aposentado como agricultor e trabalha na manutenção das armas para completar o orçamento doméstico. Ele nega que tenha qualquer participação no abate e captura de animais.

Já Júlio Cesar assumiu que os animais eram dele, mas não quis falar se foi ele quem abateu ou de quem teria adquirido. Afirmou apenas que já fazia algum tempo que as cabeças, patas e rabos das onças estavam no freezer e que pretendia secá-los para serem usados como troféus. Quanto aos pássaros, disse que apenas criava e que nunca comercializou aves. A declaração dos acusados, no entanto, não convenceu a polícia, que acredita que ambos estão envolvidos no esquema de abate de animais.

A crueldade contra os animais chocou policiais e muitas pessoas que foram até a delegacia para verem os restos dos animais. O sentimento geral era de revolta. Os dois acusados ficaram em sala reservada, para evitar que fossem agredidos pela população. (Vela Preta/Tina Santos/Waldyr Silva)

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Ajudante de pedreiro cai de telhado e morre no local



Um acidente de trabalho vitimou o ajudante de pedreiro Raimundo Assunção Marques, de 36 anos, natural de Cametá (PA), nesta quarta-feira (24), ao cair do telhado de um prédio de quatro andares, na Rua Espanha, Bairro Vila Rica, em Parauapebas. Um colega de trabalho dele, Ademilton Carneiro Lopes, de 27 anos, por pouco também não caiu, tendo conseguido se segurar em um caibro.

Segundo apurou a reportagem junto a testemunhas, Raimundo Marques e Ademilton Lopes estavam trabalhando no conserto do telhado do prédio, que foi arrancado por uma ventania no dia anterior, Em dado momento, o vento bateu e levantou uma das telhas de zinco, causando desequilíbrio dos dois operários, que não usavam equipamento de proteção individual (EPI).

De acordo com Silvano Marques, irmão da vítima, foi ele quem pegou o serviço e chamou Raimundo para ajudá-lo. Ele conta que seu irmão quis adiantar o serviço e não esperou ele ir buscar o cinto de proteção e já começou a arrancar a telha, no momento em que ocorreu a rajada de vento que o desequilibrou. (Vela Preta/Waldyr Silva)

sábado, 20 de agosto de 2016

Parauapebas registra alto índice de roubos de motocicletas

O município de Parauapebas registra alto índice de furto e assalto de motocicleta, com uma média de dois a três veículos por dia, segundo dados da 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil.

De acordo com a delegada Yanna Azevedo, que responde pela Seccional, vários fatores contribuem para esses dados, como tráfico de drogas e a crise econômica.

Segundo a autoridade, a polícia tem trabalhado com o objetivo de desmantelar essas quadrilhas que agem na cidade, assim como recuperando os veículos furtados, que lotam o pátio da delegacia. É grande o número de pessoas que vão todos os dias à delegacia tentar encontrar seu veiculo entre os que são recuperados diariamente.

Antonio Monteiro Costa teve a moto dele furtada na última quarta-feira (17) e estava tentando encontrar o veiculo, uma Fan 150, cor preta e de placa OFM 6733. "Até agora nem notícia”, lamentou.

No caso de Edmar Ferreira, ele diz que estava fazendo entrega de pizza quando foi abordado pelos bandidos, que fizeram o pedido do alimento e quando chegou para entregar foi atacado, perdendo a moto e as pizzas.

O sargento PM Carias explica que esse é um problema sério em Parauapebas, pois parte desses veículos furtados é usada para cometer outros assaltos na cidade. Ele acrescenta que na quinta-feira (18) uma guarnição de policiais conseguiu recuperar em poucas horas um dos veículos que havia sido tomado em assalto.

"Tomamos conhecimento que há pouco mais de uma hora uma moto havia sido roubada no Jardim Canadá, e começamos a fazer busca na cidade. Populares nos informaram que dois indivíduos em atitude suspeita estavam circulando no Bairro Popular I. Quando eles nos avistaram abandonaram a moto dentro de um bueiro e fugiram em outra”, relata o policial militar, frisando que os ladrões de motocicletas sempre agem em grupo de três elementos.

Sargento Carias pede à população que sempre que avistar indivíduos em moto em atitude suspeita avise a policia. "A gente tem feito cerco contra esses bandidos, mas, infelizmente, a criminalidade cresce a cada dia, por alguns fatores como o econômico e o social", lamenta, orientando a população a não facilitar, ficar sempre atenta e chamar a polícia se desconfiar de algo. (Vela Preta/Tina Santos)

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Vítima de facada ainda não foi identificada

Até o fechamento desta matéria, continuava sem identificação, no Instituto Médico Legal (IML) de Parauapebas, o corpo de um homem morto a facadas. A vítima foi encontrada sem vida por populares com várias perfurações pelo corpo na Vila Cedere I, zona rural de Parauapebas, na manhã do último sábado (13).

De acordo com o que apurou a reportagem, a vitima era conhecida como “Benevaldo” e seria dependente de bebida alcoólica, não tinha moradia fixa e sobrevivia de trabalhos braçais prestados na vila.

Populares informaram que viram “Benevaldo” andando pelas ruas da localidade no sábado à noite, exibindo dinheiro obtido com os pequenos trabalhos. Por essa informação, uma das linhas de investigações da polícia é de latrocínio. (Vela Preta/Waldyr Silva)

Motociclista é atingido e morto por caminhão coletor de lixo


Um grave acidente envolvendo um caminhão coletor de lixo e uma motocicleta resultou na morte de José Ribamar Soares, 48 anos. A Polícia Civil abriu inquérito para apurar as circunstâncias do acidente, ocorrido na manhã do último sábado (13), na Rua Sol Poente, Bairro Rio Verde, em Parauapebas.

À reportagem, o motorista do caminhão, que se identificou apenas com o prenome de Luiz, afirmou que não viu o motoqueiro à sua frente. “Tinham dois carros à nossa frente e mais um micro-ônibus, quando senti o impacto. Parei para ver o que era e infelizmente era uma pessoa”, lamentou o condutor do caminhão. (Vela Preta/Waldyr Silva)

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Soldador é executado com vários tiros

Até o fechamento desta matéria, a Divisão de Homicídios da 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas continuava investigando a execução do soldador Márcio Ribeiro da Silva, conhecido como “Lâmina”, de 33 anos, que foi morto com vários tiros na madrugada do último sábado (6) num balneário localizado às margens do Rio Parauapebas, no Bairro União.

Segundo informações de testemunhas, dois homens desconhecidos, que desde cedo bebiam no local, saíram do balneário por volta de 3h30, retornaram armados e tentaram entrar, quando foram barrados por um dos seguranças. Nesse momento, a dupla sacou as armas, que seriam pistolas 380, e forçou a entrada, dizendo que eram policiais.

Dentro do estabelecimento de lazer, os homens foram até Márcio e descarregaram as armas. No meio dos tiros, mais duas pessoas foram feridas, uma no pé e outra na perna.

De acordo ainda com testemunhas, após o crime os dois homens, de arma em punho, fugiram em uma motocicleta Honda Fan preta, que estaria com a placa dobrada, enquanto a vítima morria no local. (Vela Preta/Waldyr Silva)

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

DESAPARECIDA

A adolescente Íris de Souza Barcelos, 14 anos, está desaparecida de Parauapebas desde o último dia 25 de julho. Segundo informações da família, a menor saiu para ir à casa de uma vizinha para buscar uma mochila e não mais retornou.

Quem tiver informações que possam localizá-la denuncie. O anonimato é garantido!

Disque Denúncia Sudeste do Pará

(94) 3312-3350/ (94) 3346-2250
WhatsApp: (94) 98198-3350

Atualização
Adolescente foi localizada com vida.

quinta-feira, 28 de julho de 2016

Motorista bate veículo em vacas e mata animais

Ao transitar pela Rodovia PA 275, por volta das 4 horas da madrugada da última quarta-feira (27), o motorista José Antônio, conhecido como “Neguinho do Som”, que reside em Eldorado do Carajás, colidiu o veículo contra duas vacas e estas acabaram morrendo. O acidente aconteceu em frente à área da Fazenda São Marcos, município de Parauapebas.

O impacto foi tão forte que o veículo ficou com a frente completamente destruída. Como o motorista usava cinto de segurança e o veículo era equipado com airbag, ele não sofreu nenhuma lesão grave.

O dono dos animais entrou em acordo com o José Antônio para custear as despesas com o conserto do automóvel. (Vela Preta/Waldyr Silva)

Assassinato de esposa ainda sem solução em Canaã dos Carajás

Perto de completar 30 dias do ocorrido, o crime que culminou com a morte da dona de casa Isabela Barbosa Silva, 22 anos, natural de Serra Pelada, assassinada com disparo de arma de fogo pelo próprio marido, de prenome Edson, natural de Arari (MA), ainda não foi solucionado pela Polícia Civil.

O assassinato, que chocou os moradores da localidade, ocorreu no último dia 2 de julho, na Vila Bom Jesus, conhecida por Vila 13, no município de Canaã dos Carajás.

De acordo com familiares da vítima, Edson teria passado o dia ingerindo bebida alcoólica na companhia de amigos em bares da vila. Ao chegar em casa, bastante embriagado, não encontrou a esposa, que havia saído para a igreja onde congrega.

Quando Isabela chegou do culto, o marido começou a discutir com ela. De um momento para outro, Edson sacou de uma arma de fogo e disparou várias vezes nas costas da companheira, que morreu no local.

Após cometer o crime, o assassino deixou o local e até hoje se encontra foragido. A viúva deixa órfão um filho de 4 anos de idade.

A família de Isabela Silva ainda se encontra inconformada com a perda do ente querido e pede justiça, para que o autor do covarde assassinato seja preso e responda na cadeia pelo crime que cometeu. (Waldyr Silva)