sábado, 29 de dezembro de 2012

Proprietário recupera moto levada em assalto


Com pedido para não ser identificado, temendo represália por parte dos assaltantes, o proprietário de uma moto roubada em Parauapebas durante assalto ocorrido por volta das 3 horas da madrugada de Natal recuperou o veículo na manhã desta sexta-feira (28).
Em declarações prestadas à reportagem, o dono da moto explicou que ele chegou ao paradeiro do veículo através de informações recebidas de pessoas amigas dele. “Liguei para a Polícia Militar e esta, imediatamente, foi ao local, fez a apreensão da moto e prendeu os meliantes”, conta.
Segundo ainda o proprietário da motocicleta, ele foi assaltado por dois ladrões armados, que se encontravam numa moto modelo XTZ de cor azul. Ele acrescenta que no momento do assalto um dos bandidos dizia para o outro: “Atira logo nesse doido, maluco”, mas, “graças a Deus”, não houve disparo. “Só peguei uns murros de um deles na cara”.
A motocicleta foi apreendida em poder de um adolescente de 16 anos de idade por uma guarnição da Polícia Militar composta pelo sargento A.Silva e o soldado Alencar. Na hora da apreensão, o menor de idade apontou o segurança particular Dino Roger da Cunha Souza, 23 anos, conhecido por “Tigrão”, como sendo o parceiro que o ajudou a assaltar e a roubar a moto.
Ouvido pela reportagem, Dino Roger “Tigrão” diz não ter assaltado e nem roubado moto de ninguém, justificando que no dia em que ocorreu o assalto ele se encontrava trabalhando de segurança no ginásio poliesportivo. “Não conheço o adolescente e ele também não me conhece”, defende-se “Tigrão”. (Vela Preta/Waldyr Silva)

Assaltantes seguem mulher, tomam dez mil reais dela e tentam roubar camionete



Dois assaltantes, até então não identificados pela polícia, seguiram de moto (modelo Titan de placa JVB 7757-Redenção-PA) uma mulher que saía de uma agência bancária numa camionete (modelo Frontier de placa JVX 0406-Parauapebas-PA), abordaram a correntista na frente da casa dela, no Bairro Casas Populares I, em Parauapebas, tomaram da mesma a quantia de R$ 10 mil e ainda tentaram roubar a camionete da vítima. Tudo isso ocorreu por volta das 11h40 desta sexta-feira (28).
De acordo com o cabo PM J.Ricardo, do Grupo Tático de Operações, quando a polícia chegou ao local do assalto e tentativa de roubo da camionete os acusados tinham acabado de deixar o local num automóvel branco que dava cobertura aos assaltantes, conforme ele apurou com populares, deixando a moto no meio da rua.
“A polícia tem pista segura da identidade dos acusados, que devem ser localizados e presos nas próximas horas”, promete o policial militar, que fez levantamento preliminar do local.
Ainda abalada sobre o ocorrido, a vítima não quis falar à imprensa sobre as circunstância como ela foi abordada e perdeu os dez mil reais para os bandidos. (Vela Preta/Waldyr Silva)

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Rapaz bate em namorada, se arrepende e se suicida

Paulo Linhares de Oliveira

Fabrício da Silva Melo

Depois de flagrar a namorada ingerindo bebida alcoólica na mesa de um bar, na companhia de supostos amigos dela, às vésperas do Natal, Paulo Linhares de Oliveira, 20 anos, natural de Piquiar (MA), não gostou nem um pouco do que presenciara, e por isso deu umas bofetadas na moça e ordenou que ela se retirasse do local.
Após ter praticado o ato de violência contra a namorada, de acordo com informação do investigador de Polícia Civil Reginaldo, Paulo Linhares de Oliveira foi para casa e lá se arrependeu de ter espancado a namorada. De volta ao bar, para pedir perdão, ele não encontrou mais a moça no local.
Já em casa, o rapaz foi cometido por uma forte pressão de arrependimento, e aí a melhor opção que ele encontrou foi dar cabo da própria vida. Pegou um lençol, amarrou uma das pontas num cobogó (elemento vazado, de cerâmica ou de cimento, empregado na construção de paredes perfuradas, para proporcionar a entrada de luz natural e de ventilação) e a outra no pescoço e se enforcou.
O tresloucado ato aconteceu na noite de segunda para terça-feira (15), mas o corpo da vítima só foi encontrado na manhã desta quarta-feira (26), num quarto de uma vila localizada na Rua Q, Bairro União, Parauapebas,
MOTO COM MOTO
Uma colisão entre duas motos ocorrida por volta das 19 horas do feriado de Natal, na esquina das ruas Minas Gerais e Dom Pedro I, em Parauapebas, ocasionou na morte de Fabrício da Silva Melo, que perdeu a vida no local do acidente.
Em declarações prestadas à reportagem, o sargento BM Ronaldo explica que ele e os demais integrantes da guarnição de Bombeiros foram pressionados por supostos parentes da vítima e populares a retirar o corpo do rapaz do local do acidente, mesmo sem a presença das polícias Civil e Militar.
Até um repórter-fotográfico da equipe do CORREIO DO TOCANTINS foi ameaçado de ter sua câmera tomada e danificada pelos populares, caso ele continuasse no local fotografando a vítima, que já se encontrava sem vida estendida no chão. (Vela Preta/Waldyr Silva)

Assaltantes arrombam caixa eletrônico, mas não levam dinheiro




Dois assaltantes armados, até agora não identificados pela polícia, botaram pra correr os dois guardas de segurança do prédio do Centro Administrativo de Parauapebas, onde funciona a prefeitura do município, quebraram uma parede externa de vidro, chegaram até os dois caixas eletrônicos do Banco do Brasil e detonaram a parte superior de um deles com dinamite, mas não chegaram a levar dinheiro do mesmo.
A tentativa de assalto, com a explosão parcial do caixa eletrônico, ocorreu por volta das 14h30 do último domingo (23), no Centro Administrativo da Prefeitura de Parauapebas, quando não havia movimentação de pessoas na área.
Em depoimento registrado em Boletim de Ocorrência por Marco Antonio Sato Dias, funcionário do Banco do Brasil, ele confirma que os dois bandidos não conseguiram subtrair nenhum centavo dos R$ 10.970,00 que se encontravam na parte de baixo do caixa eletrônica que teve a parte superior danificada por dinamite.
Segundo o delegado Thiago Carneiro Rodrigues, a Polícia Civil instaurou inquérito e, com análise das imagens dos dois assaltantes, continua investigando o arrombamento do caixa eletrônico instalado no prédio da prefeitura.
SEGUNDA VEZ
Esta foi a segunda vez que assaltantes explodem com dinamite caixa eletrônico do posto do Banco do Brasil no prédio da prefeitura. A primeira vez ocorreu no dia 19 de junho do ano passado, por volta das 6 horas da manhã, mas a banana de dinamite utilizada na explosão do caixa eletrônico não chegou a detonar os depósitos de aço onde ficam as cédulas, e por isso os ladrões não conseguiram levar dinheiro. (Vela Preta/Waldyr Silva)

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Rixa acaba em morte de desafeto

A polícia registrou na cidade de Floresta do Araguaia o homicídio de Antonio Marcos Santos da Silva, 24 anos de idade, ocorrido por volta das 23h30 desta segunda-feira (24). Segundo a relatora da ocorrência, Maria da Guia Carneiro dos Santos, mãe da vítima, o filho dela, que se encontrava embriagado, foi tomar satisfação com o acusado, Antonio Cláudio Lages da Silva, que já tinha agredido a vítima anteriormente, sendo que este sacou de uma faca e aplicou um golpe certeiro em Antonio Marcos, que morreu no local do homicídio. (Blog do Edmar Brito)

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Trombada de van e moto leva piloto à morte em hospital



Uma brutal colisão ocorrida entre uma van (placa DAJ 0914, Parauapebas) e uma motocicleta (placa ODZ 9947, Teresina-PI) ocasionou a morte do piloto Marcilon Rodrigues Milhomem, 30 anos, natural de Porto Franco (MA). O acidente com vítima fatal aconteceu por volta das 9 horas da noite de sábado (22), na rodovia PA 160, em frente ao terminal de vans do Bairro Casas Populares II, em Parauapebas.
Segundo explicou para a reportagem Leuma Rodrigues Milhomem, irmã da vítima, Marcilon Rodrigues saiu de moto da casa dele, no Bairro Vila Rica, para a residência da irmã, no Bairro dos Minérios, e nesse percurso ele foi atingido pela van, cujo motorista não foi identificado por ela.
Leuma Rodrigues acrescenta que o piloto da moto ainda foi levado com vida para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito por volta de 1 hora da madrugada de domingo (23) no hospital público de Parauapebas. (Vela Preta/Waldyr Silva)

sábado, 22 de dezembro de 2012

Casal flagrado com droga e objetos de origem duvidosa



Uma guarnição da Polícia Militar, comandada pelo capitão Júlio e sargento Mesquita, do Grupo Tático de Operações, depois de dias de investigação, flagrou, no início da tarde de ontem (21), o casal Thiago da Conceição, 32 anos, e Natalia de Jesus Almeida, 25 anos, com droga, utensílios domésticos e até notebooks, supostamente adquiridos com dinheiro oriundo da venda de entorpecente ou mesmo furto.
De acordo com o que declarou à reportagem o capitão PM Júlio, o casal foi flagrado num conjunto de quartos localizado na Rua 19, atrás do quartel da PM, Bairro União. Na abordagem da polícia, Thiago da Conceição se escondeu debaixo de uma cama tipo boxe, mas foi agarrado e conduzido para a delegacia. À polícia, Thiago inocentou a companheira dele na criminalidade, mas mesmo assim ela foi levada à Polícia Civil para prestar depoimento.
A polícia apreendeu em poder do casal um forno micro-ondas, dois aparelhos de DVD, uma sanduicheira, um liquidificador, dois aparelhos de celular, dois notebooks, entre outros objetos, além de uma pedra de crack.
Procurados pela reportagem do CORREIO, nenhum dos dois quis se defender ou mesmo assumir os crimes a que estavam sendo acusados.
ACIDENTE COM MORTE
Por volta das 6h40 da manhã desta sexta-feira (21), na Rua Marabá, Bairro da Paz, Parauapebas, um ônibus dirigido por Silvan Pereira dos Santos se chocou com uma motocicleta pilotada por Manoel Costa Guimarães e cerca de duas horas depois o motoquero faleceu no hospital púbico do município.
Procurado pela reportagem, na delegacia de polícia, Silvan Pereira dos Santos informou que ele trafegava normalmente na pista, quando de repente atravessou na rua o motoqueiro, que foi atingido pelo ônibus. “Ele atravessou tão rápido que não tive tempo de frear o ônibus e impedir o acidente, e duas horas depois tomei conhecimento que o rapaz tinha morrido no hospital”, explicou o motorista atropelador. (Vela Preta/Waldyr Silva)

Identificadas vítimas de acidente ocorrido na estrada de acesso a Carajás



A Polícia Civil identificou as três vítimas que morreram em acidente rodoviário ocorrido na tarde de quarta-feira (19) na estrada de acesso a Carajás, a 9 quilômetros da portaria de Parauapebas.
Os mortos no trágico acidente são os trabalhadores Antonio Cardias Lima, técnico em elétrica, e Romário de Jesus da Cruz, motorista, ambos funcionários da empresa Progen, que morreram no local do acidente; e Antonio José Alves de Paiva, mecânico de mineração II, funcionário da empresa Sotreq, que veio a óbito às 6 horas da manhã de quinta-feira (20) no Hospital Yutaka Takeda, em Carajás.
Conforme foi noticiado na edição anterior, o acidente foi causado por um caminhão Mercedes Benz de placa KDH-4694, conduzido pelo motorista Adriano Tolentino Firmino, da empresa Della Volpe, que descia a serra. À altura do km 9, sentido Parauapebas/Carajás, Adriano perdeu o controle do caminhão, provavelmente devido a uma falha mecânica, e acabou se chocando com dois automóveis, um Voyage (placa OBX 0087) e um Renault Duster (placa NEM 2885).
PROTESTO
Em declarações prestadas à reportagem do CT, nesta sexta-feira (21), em Parauapebas, o bispo evangélico Rubens Alves de Paiva lamentou o trágico desaparecimento do irmão dele, Antonio José Alves de Paiva, colocando a culpa na empresa Vale, que “continua permitindo o tráfego de veículos pesados na estrada Raimundo Mascarenhas, provocando acidentes e mortes de pessoas inocentes”.
Segundo ainda o líder espiritual, depois que a família tomou conhecimento do acidente do mecânico Antonio José, à tarde, parentes da vítima só conseguiram chegar ao hospital Yutaka Takeda, em Carajás, por volta de meia-noite, “devido à burocracia na portaria”.
Em nota distribuída à imprensa, a mineradora Vale lamentou o desastre, com três vítimas fatais, e informou que estava prestando toda assistência necessária às famílias dos mortos.
Na Polícia Civil, o delegado Thiago Carneiro Rodrigues informou que já foi instaurado inquérito policial para apurar a verdadeira causa do acidente, como também foi solicitado exame de perícia técnica nos três veículos envolvidos no desastre. (Vela Preta/Waldyr Silva)

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Grave acidente na estrada de Carajás termina em três vítimas fatais




Três homens morreram em acidente de trânsito no final da tarde de ontem (19), na estrada de acesso a Carajás, a 9 quilômetros da portaria de Parauapebas. Segundo informações do investigador Walter Gomes, da Polícia Civil, além das três mortes, outras vítimas saíram gravemente feridas do acidente.
As vítimas fatais são os trabalhadores Antonio Cardias Lima, técnico em elétrica, e Romário de Jesus da Cruz, motorista, ambos funcionários da empresa Progen, que morreram no local do acidente; e Antonio José Alves de Paiva, mecânico de mineração II, funcionário da empresa Sotreq, que veio a óbito no Hospital Yutaka Takeda, em Carajás.
O acidente foi causado por um caminhão Mercedes KDH-4694, vermelho, conduzido pelo motorista Adriano Tolentino Firmino, da empresa Della Volpe, que descia a serra. Por volta das 17h30, no km 9, sentido Parauapebas/Carajás, Adriano perdeu o controle, provavelmente devido a uma falha mecânica, e acabou atropelando dois veículos, um VW Voyage (placa OBX 0087) e um Renault Duster (placa NEM 2885).
Antonio Cardias Lima e Romário de Jesus da Cruz, que estavam no Duster, morreram no local do acidente, enquanto Antonio José Alves de Paiva, que descia no Voyage, morreu no hospital. Um deles estava sentado ao volante e o outro no banco traseiro, na linha do motorista.
Durante o levantamento do acidente, a Polícia Civil não conseguiu identificar os dois primeiros mortos, porque a segurança da Vale havia recolhido os crachás e provavelmente os repassou ao Instituto Médico Legal (IML) de Marabá, que fez a remoção dos cadáveres. (Vela Preta/Luciana Marschall)

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Mulher é assassinada por suposto amante



O amante de uma mulher é o principal suspeito do assassinato dela, em Parauapebas, na noite desta quarta-feira (19). A Polícia Civil procura por Raimundo Nonato Cardoso Prado, 47 anos, que está foragido desde as 20h40, horário em que Antônia Fernandes dos Santos, 40 anos, foi morta com um tiro em um bar no Bairro Nova Vitória.

Segundo a Polícia Civil, os dois tinham um caso, e ele é o proprietário do bar onde ela estava. O marido da vítima chegou do trabalho e foi até o estabelecimento chamar a mulher para ir para casa e fazer a janta. Ela disse que já estava indo e apenas pediu para que ele esperasse um pouco.
O marido foi embora e uma esquina depois escutou um tiro. Ele retornou ao bar de onde havia saído há poucos minutos e encontrou a esposa estirada próxima de uma mesa de sinuca, com um projétil na cabeça. Neste meio tempo, Raimundo já havia fugido do local e a polícia conseguiu apreender apenas o documento dele. O corpo da mulher foi encaminhado à funerária e segue na manhã de hoje (20) para o Instituto Médico Legal (IML), em Marabá. (Vela Preta/Luciana Marschall)

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Indivíduo flagrado com pedra de crack



Depois de se recusar a passar sob um varal de roupa onde havia várias calcinhas estendidas, o elemento Genilson Ribeiro do Nascimento, 25 anos, residente no Bairro Liberdade, Parauapebas, discutiu com a dona das peças íntimas e passou e violentar fisicamente a mulher, uma adolescente de 17 anos, quando foi agarrado por populares, que quebraram o valentão no pau. Na refrega, Genilson Ribeiro deixou escapar do bolso um pacote contendo 26 pedras de crack. O caso ocorreu por volta das 15 horas do último sábado (15), num conjunto de quartos localizado no Bairro Liberdade.
Segundo apurou a reportagem junto à polícia, Genilson Ribeiro se preparava para sair do quarto onde ele mora, mas havia várias roupas secando no corredor do conjunto de quartos, situação reprovada por ele, que exigiu que a dona das calcinhas retirasse as peças íntimas para ele passara.
Ao se recusar em retirar as roupas do varal, a moça foi atingida por puxões de cabelo e empurrões, e a turma do deixa pra lá defendeu a adolescente, aplicando vários murros no incomodado Genilson Ribeiro, que deixou cair a droga do bolso e foi entregue à polícia. (Vela Preta/Waldyr Silva)

Desentendimento entre dois 'amigos' leva um para o cemitério



Depois de passarem o domingo ingerindo bebida alcoólica e possivelmente consumindo outros tipos de droga, os amigos Raimundo Mascarenhas Filho, 28 anos, e Raimundo Inácio Alves Costa, 30 anos, travaram uma calorosa discussão, acompanhada por agressões físicas, culminando na morte do primeiro, que foi alvejado com golpes de faca aplicados por Raimundo Inácio.
O homicídio aconteceu por volta das 17h30 do último domingo (16), numa residência localizada na VS (Via Secundária), saída para a cidade Canaã dos Carajás, zona rural de Parauapebas, onde os dois amigos moravam.
Conforme apurou a reportagem junto à polícia, o crime ocorreu depois de uma discussão banal entre os dois amigos. Raimundo Inácio desferiu um golpe de faca no abdômen de Raimundo Mascarenhas e fugiu logo após cometer o delito. A vítima, por sua vez, não chegou a ser levada ao hospital para receber cuidados médicos, vindo a óbito no local do crime.
Segundo o delegado Nelson Júnior, os dois rapazes eram usuários de crack e maconha, e estavam consumindo bebida alcoólica antes do crime, porém não tinham passagem pela polícia.
O delegado sustenta que os dois Raimundo eram amigos e moravam juntos na mesma casa. Raimundo Mascarenhas, inclusive, acabara de se separar da esposa, que ainda estava cumprindo resguardo de um filho que ela tinha tido há pouco tempo. (Waldyr Silva)

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Ameaça de morte em S.Félix do Xingu

Francisco Josa do Carmo de Lima compareceu à Delegacia de Polícia em São Felix do Xingu, nesta segunda-feira (17), para registrar ocorrência de que fora ameaçado de morte pelo casal Adriano Costa Silva e Diana Pires, na data de 11 de dezembro de 2012, às 19h30.
Francisco Josa contou ao escrivão de polícia que na hora da ameaça Adriano Silva estava armado com uma faca, enquanto a mulher dele, Diana Pires, estava de posse de uma espingarda. (Blog do Edmar Brito)

domingo, 16 de dezembro de 2012

Buracos na BR 155 causam acidente envolvendo integrantes da Banda Legionários



Buracos na BR 155, entre as cidades de Eldorado do Carajás e Marabá-PA, por muito pouco não fazem vítimas fatais, neste sábado (15), quando integrantes da Banda Legionários saíram de Parauapebas com destino a Marabá, onde iriam realizar um show musical.
Por volta das 9h30 da manhã, alguns quilômetros depois de Eldorado do Carajás, o grupo seguia na BR 155 em um carro Gran Sienna, placa OFO 4219 (Parauapebas-PA), quando o veículo se aproximou do primeiro buraco, foi desviado, mas logo apareceu o segundo, e aí o condutor, Deicharles Dasmacena,  não teve como desviar, porque vinha um caminhão na frente, e quando bateu no segundo buraco o carro perdeu o controle e tombou em uma ribanceira de aproximadamente dez metros de altura, capotando, até atingir uma cerca de arame.
No carro estavam Deicharles Damascena, Francisco Neto, Romário de Sousa, Jefferson Brito e sua esposa Joice. Mesmo com dificuldade de acesso, todos foram socorridos. O guitarrista Romário quebrou a perna esquerda e a mão direita e os demais sofreram pancadas na cabeça e pequenos cortes nos braços.
Imediatamente, Romário foi socorrido e encaminhado para o hospital público de Marabá, mas não recebeu atendimento, porque não tinha médico e a máquina de Raio X estava sem filme. Devido isso, teve que ir para um hospital particular, onde recebeu os medicamentos e foi engessado.
No mesmo dia, com poucas horas depois, outro veículo também tombou na mesma estrada, devido os buracos perto de Eldorado.
Casos como esses são frequentes nessa estrada que liga Parauapebas a Marabá. São acidentes, mortes e batidas causadas pelos enormes buracos na BR 155.
Os integrantes da Banda Legionários disseram que vão entrar com um processo contra a União pelas péssimas condições da estrada. “A gente poderia ter morrido, mas sobrevivemos por um milagre de Deus. Dezenas de pessoas já foram vítimas dessa estrada e se nada for feito mais pessoas poderão morrer ou mesmo ficar com sequelas para sempre”, disse Deicharles Damascena. (Assessoria de Comunicação da banda)

sábado, 15 de dezembro de 2012

Tapeceiro perde a vida após ser atingido por pauladas

Valdinar Lino de Oliveira
 
Wilhas Sousa Alencar
Wilhas Sousa Alencar, 18 anos, natural de Redenção (PA), que residia na Rua Gibraltar, Bairro Vila Rica, em Parauapebas, foi vítima de pauladas na cabeça numa invasão localizada nas proximidades do Bairro Casas Populares II. O homicídio, que ocorreu por volta das 23h40 de quarta-feira (12), está sendo investigado pela polícia.
Em depoimento prestado na delegacia por Shirla do Socorro da Silva, 21 anos, companheira da vítima, além das pancadas sofridas na cabeça, os agressores de Wilhas ainda levaram do rapaz um aparelho celular marca LG e a importância de R$ 20,00.
Segundo ainda Shirla do Socorro, o companheiro dela trabalhava numa tapeçaria localizada na Baixada Fluminense, Bairro Rio Verde, e não era usuário de nenhum tipo de droga. Neste caso, ela avalia que Wilhas Alencar possa ter sido vítima de latrocínio.
ACIDENTE DE MOTO
Por volta das 2 horas da madrugada desta sexta-feira (14), o motoqueiro Valdinar Lino de Oliveira, 27 anos, chocou a moto CG que ele pilotava contra um micro-ônibus e veio a óbito em hospital da cidade. O acidente aconteceu na Rua Castro Alves, Bairro da Paz.
Em declarações prestadas à reportagem, Ivan Lino, irmão de Valdinar Lino, explicou que a vítima trafegava pilotando uma moto sem uso de capacete, com uma pessoa não identificada na garupa, quando colidiu de frente com o micro-ônibus.
Valdinar Lino foi encaminhado para o hospital municipal de Parauapebas, não resistiu aos ferimentos e faleceu hora depois, após receber os primeiros atendimentos médicos. (Vela Preta/Waldyr Silva)

Dois homens executados na zona rural com tiros na cabeça


João Nazareno Pantoja

Antonio Carlos Teixeira Silva

A Polícia Civil continua investigando o duplo homicídio ocorrido por volta de meia-noite de quarta para quinta-feira (13), a 8 quilômetros da Vila Palmares II, zona rural do município de Parauapebas.

As vítimas são os indivíduos Antonio Carlos Teixeira Silva, conhecido por “Bob” e João Nazareno Rodrigues Pantoja, 23 anos, natural de Tucuruí (PA).
O mototaxista Luis da Silva Fontinele, residente na Vila Palmares II, informou para a reportagem que pessoas amigas dele chegaram a ouvir os tiros, mas acharam que poderiam ter sido disparados por caçadores, e por isso não deram importância ao fato.
A reportagem tomou conhecimento junto à polícia que as duas vítimas se encontravam bebendo num bar localizado na Vila Palmares II. A certa altura da noite, uma pessoa conhecida dos dois ofereceu uma moto para João Nazareno levar Antonio Carlos em casa, já que este estava enjoando e procurando conversa, por estar muito bêbado. Só que os dois não retornaram à vila para devolver a moto.
Na avaliação do delegado Nelson Alves Júnior, é provável que o proprietário da moto tenha se deslocado para a zona rural em busca de seu veículo e ao encontrá-lo tenha cometido o homicídio dos dois homens.
Há informação também que João Nazareno havia chegado há poucos dias de Tucuruí em Parauapebas, enquanto que Antonio Carlos era contumaz fora da lei, com a prática de pequenos furtos e assaltos na região. (Vela Preta/Waldyr Silva)

Acidente rodoviário mata duas pessoas e leva cinco para hospital

 


Um grave acidente envolvendo uma camionete F 250 (placa NFS 0546-Parauapebas) e um caminhão transportador de concreto (placa OFS 1747-Parauapebas), ocorrido por volta de meio-dia e meia desta sexta-feira (14), na rodovia PA 275, a cerca de 10 quilômetros do centro de Parauapebas, sentido Curionópolis, deixou o saldo de duas pessoas mortas e outras cinco em estado grave em hospital de Parauapebas.
As vítimas fatais do acidente são o menino Vitor Rego Nascimento, de 1 ano de idade, e Gustavo Nascimento Nunes, 27 anos. As vítimas que sobreviveram e estão em estado grave internadas em hospitais da cidade são Katiana Rego Nascimento, 25 anos; Maiza Gisele Rego Nascimento, 6 anos; Wallison Ribeiro da Silva, 15 anos; Manoel Francisco Almeida, 35 anos; e Francisco Rodrigues Aguiar, 39 anos, este motorista do caminhão.
Valdecir Rodrigues de Sousa contou à reportagem que ele estava trabalhando numa obra em frente do local onde acorreu o acidente. “Escutamos a batida, corremos pro local e ainda ajudamos a socorrer algumas das pessoas acidentadas. Levamos 4 dessas pessoas para o hospital municipal, o Corpo de Bombeiros conduziu mais duas e duas morreram em consequência dos ferimentos sofridos”, explica a testemunha.
Por seu turno, Gilmar Morais, encarregado de transporte da empresa Maná, proprietária do carro concreteiro envolvido no acidente, disse ter tomado conhecimento que a camionete trafegava em alta velocidade no momento que ela se chocou com o carro transportador de concreto.
“Chovia muito na hora do acidente e talvez por isso, com a pista escorregadia, o motorista da picape tenha perdido o controle do veículo e se chocado contra o caminhão, que estava carregado de concreto”, avalia o chefe de transporte, acrescentando que Francisco Rodrigues recebeu os primeiros socorros no hospital municipal de Parauapebas e depois foi transferido para uma clínica particular da cidade.
Gilmar Morais assegura que, mesmo a empresa não tendo culpa no acidente, ela estaria se comprometendo em prestar toda assistência às vítimas do acidente.
O major Luiz Cláudio, comandante do Corpo de Bombeiros em Parauapebas, diz que os socorristas da corporação tiveram grande dificuldade para retirar das ferragens da camionete o corpo de Gustavo Nascimento Nunes. (Vela Preta/Waldyr Silva)

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

'Esperto' manda colocar recarga em celular e não tinha dinheiro pra pagar



Atendendo orientação de pessoas estranhas, por telefone, com a promessa de que ganharia um “Avião do Faustão”, o indivíduo Josué Queiroz Viana, 24 anos, residente em Parauapebas, chegou até uma banca de revista e mandou que o atendente colocasse em vários números de celular fornecido por ele, DDD 085, a recarga de R$ 1.980,00 em crédito, mas na hora de pagar o "cliente" não tinha dinheiro, e por isso foi denunciado e preso pela polícia.
Em declarações prestadas à reportagem, na tarde de sábado (8) na delegacia de polícia, Josué Queiroz explicou que recebera uma mensagem em seu celular dando conta que ele havia sido sorteado com vários produtos na promoção “Avião do Faustão”, entre estes um automóvel zero quilômetro da marca Citroën e mais R$ 30 mil em dinheiro.
Só que, para poder receber os prêmios, Josué teria que fazer alguns depósitos em dinheiro numa conta fornecida pelo interlocutor. “Na primeira vez, depositei R$ 2.200, depois mais R$ 600, e como eu não tinha mais dinheiro, vendi uma geladeira e outros objetos, no valor de R$ 1.500,00, e tornei a fazer a depósito, totalizando um prejuízo de R$ 3.300,00”, relata a vítima do golpe.
Não satisfeito com os mais de três mil depositados em conta, a pessoa do outro lado da linha orientava que faltava pouco para Josué Queiroz se habilitar a receber os prêmios a que fora sorteado: colocar recarga de celular no valor de R$ 1.980,00, e assim foi feito. Ele chegou até a banca de revista e mandou colocar os créditos. Na hora de pagar, justificou para o atendente que o estabelecimento comercial seria premiado também com um veículo, mas quando os créditos foram colocados a pessoa desligou o celular, e aí Josué foi segurado e entregue à polícia, onde esteve presos por algumas horas, até que um irmão dele pagou a conta na banca e Josué foi liberado. (Vela Preta/Waldyr Silva)

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Cinco mortes violentas em Parauapebas no final de semana

Fabrício Bernardo da Silva
 
Rodrigo Vieira da Silva
 
Alessandro de Oliveira Silva

Felipe Wadhanes Souza do Nascimento

Valdenir de Oliveira Araújo

A polícia registrou neste final de semana cinco mortes violentas em Parauapebas, uma delas provocada por acidente de trânsito, três por homicídio e a quinta de um homem encontrado morto nas águas do Rio Parauapebas, no Bairro Primavera. As vítimas de assassinato são Alessandro de Oliveira Silva (33 anos), Felipe Wadhanes Souza do Nascimento (19 anos) e Valdenir de Oliveira Araújo (31 anos). A de acidente foi Fabrício Bernardo da Silva (que neste domingo, 9, completou 24 anos de idade) e a afogada Rodrigo Vieira da Silva (17 anos).

De acordo com depoimento prestado por Walaff Alirata do Nascimento, irmão de Felipe Wadhanes, a vítima foi atingida por volta das 20h30 de sexta-feira (7) com vários disparos de arma de fogo nas costas e faleceu meia-hora depois no hospital, depois de receber os primeiros atendimentos médicos.
O delegado plantonista Thiago Carneiro Rodrigues relata que os três homicídios ocorreram em bairros distintos de Parauapebas, sendo que Alessandro de Oliveira foi executado no Bairro Liberdade, Felipe Wadhanes Souza na Vila Palmares Sul e Valdenir de Oliveira também no Bairro Liberdade. Já o acidente que provocou a morte de Fabrício Bernardo aconteceu na rodovia PA 160, próximo do viaduto.
Segundo a autoridade policial, a investigação dos três homicídios ocorridos no sábado e domingo já está bastante adiantada pela Polícia Civil, inclusive com a tomada de depoimento de testemunhas que presenciaram a cena dos crimes.
“Já levantamos a identidade de supostos matadores, os quais terão prisão preventiva decretada pela Justiça nas próximas horas”, revela o delegado Thiago Rodrigues.
Conforme ainda o delegado, a vítima Valdenir de Oliveira tentou apartar uma briga entre duas pessoas em um bar no Bairro Liberdade, quando foi atingida com uma certeira facada no perto esquerdo, à altura do coração. As três vítimas de homicídio e também a de acidente chegaram a dar entrada no hospital municipal, mas não resistiram aos ferimentos e vieram a óbito.
Com relação à vítima encontrada morta por volta das 16h40 de ontem (10) no Rio Parauapebas, o rapaz trajava calça jeans desbotada e camisa cor rosa. (Vela Preta/Waldyr Silva)

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Internos cavam túnel para tentar escapar do Crrama



Dez internos do Centro Regional de Recuperação Agrícola “Mariano Antunes” (Crrama) foram apresentados na 21ª Seccional Urbana de Polícia Civil depois de uma tentativa de fuga em massa na madrugada desta quarta-feira (5). Além deles, um preso conseguiu escapar. Segundo as informações repassadas ao delegado de plantão, Rodrigo Paggi, dois agentes prisionais perceberam a movimentação por volta das 5 horas e acionaram o Sistema Penal e a Polícia Militar, que começaram a recapturar os envolvidos.

O sargento A. Matos, do Grupo Tático Operacional (GTO), da PM, informou que os presos cavaram um túnel de aproximadamente dez metros para transitar do Pavilhão A, no regime fechado, até o regime semiaberto, de onde tentariam pular o muro e fugir da penitenciária. “O GTO foi acionado para dar apoio à recaptura e, felizmente, a maior parte dos presos foi pega. A tentativa de fuga em massa foi frustrada”, disse.

Na delegaci, os agentes prisionais informaram que dois deles estavam em ronda de rotina quando observaram um interno emitindo estranho sinal sonoro. Devido à hora adiantada da noite, os agentes acharam a conduta estranha e voltaram para verificar o que estava acontecendo, momento no qual avistaram dois internos correndo para o regime semiaberto.
Percebendo imediatamente que se tratava de uma fuga, os agentes acionaram o GTO para pedir apoio. Enquanto isso, alguns presos foram até o portão e começaram a forçar uma das grades que dá acesso ao regime semiaberto. Nesse momento, Alexandre Sandes Rodrigues e Jhonnatan Gomes de Sousa chegaram a alcançar a parte externa da penitenciária, mas foram recapturados pelos policiais militares. Cleiton Bogea de Souza, entretanto, foi o único que conseguiu fugir. Ele cumpre pena por tráfico de drogas e assalto à mão armada.

As buscas continuaram, e Marivaldo Júnior Wanzeller Barbosa foi recapturado por um agente, enquanto Rayne Leite Barros, Denis Nascimento Alves, Elias da Silva Remigio e Gilson Alves dos Santos foram pegos escondidos dentro da marcenaria. Além disso, foram apresentados Lidiomar Pires Fernandes, Jhon Ferraz Luz e Laison Pereira da Costa que estavam escondidos na laje do galpão do regime semiaberto. A apresentação na delegacia foi realizada pelos agentes prisionais Luiz Wagner Lobato Mourão, Reginaldo de Jesus da Silva, Ney Gonçalves Corrêa e Francisca Valdênio Rodrigues. (Luciana Marschall, do CT)

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Polícia Civil está na pista de uma quadrilha da pesada

Embora sublinhe que o caso ainda venha sendo investigado sigilosamente, o delegado Antonio Miranda Neto, diretor da 20ª Seccional Urbana de Policia Civil em Parauapebas, revelou nesta quarta-feira (5) à reportagem que as polícias civis dos estados do Pará e de São Paulo estão no encalço de uma perigosa quadrilha que vem furtando máquinas pesadas nas regiões Sudeste e Centro-oeste do país e comercializando a 50% mais barato nas regiões sul e sudeste do Pará, especialmente nos municípios de Parauapebas, Marabá e região do Xingu.
Segundo a autoridade policial, que por enquanto não quis revelar a identidade dos acusados, alguns nomes dos integrantes da quadrilha já foram identificados, inclusive com a prisão de um deles na capital paulista, e ouvidos supostos compradores de máquinas agrícolas.
O delegado Antonio Miranda revela ainda que algumas máquinas já foram localizadas em plena prestação de serviço na zona rural e apreendidas pela polícia, para checar a documentação das mesmas e investigar a sua procedência. (Vela Preta/Waldyr Silva)

Maior e menor de idade são presos acusados de furto de moto



Encontra-se preso em Parauapebas desde a manhã desta quarta-feira (5), à disposição da Justiça, o indivíduo Leonardo Gomes da Costa, 18 anos, residente no Bairro da Paz, Parauapebas, acusado de roubo de moto, na companhia de um comparsa menor de idade (16 anos).
De acordo com o que esclareceu à reportagem o sargento PM Saturnino, em companhia do soldado Alencar, a dupla assaltou uma mulher no Bairro da Paz e levou da vítima a motocicleta de placa JUV 8131 (Parauapebas-PA) e um aparelho de celular. Na fuga, após o furto, ainda conforme o sargento, os dois colidiram a moto contra um ônibus na Avenida Liberdade, próximo a uma ponte, mas conseguiram escapar ilesos.
“A polícia saiu em perseguição aos dois suspeitos, mas perdeu os mesmos de vista. Minutos depois, outra guarnição localizou a dupla no Bairro dos Minérios, deteve  e a encaminhou para a Polícia Civil, onde foi reconhecida pela vítima”, explica sargento Sarturnino, adiantando que outras duas motos furtadas pela dupla, de placas HOO 5635 (Açailândia-MA) e JUB 0492 (Canaã dos Carajás-PA), foram recuperadas no Bairro Cidade Jardim. Procurado pelo Jornal, Leonardo Gomes não quis falar sobre o furto das três motos. (Vela Preta/Waldyr Silva)

Pintor perde controle de moto, cai em barranco e morre no local




Ao retornar a Parauapebas de uma pescaria na Vila Cedere I, zona rural do município, o motorista e pintor Erisvaldo Gomes de Silva, 35 anos, natural de Imperatriz (MA), que residia no Bairro Novo Brasil, em Parauapebas, perdeu o controle da moto que pilotava, de placa NHE 8257 (Parauapebas-PA), caiu num barranco e veio a óbito ali mesmo.
O trágico acidente de moto ocorreu por volta das 15h30 desta quarta-feira (5), na estrada de chão que liga a Vila Cedere I à rodovia PA 160, a cerca de 20 quilômetros do centro de Parauapebas.
Segundo informações do sargento Rosilvaldo, da Polícia Rodoviária Estadual, a vítima Erisvaldo Gomes fora vista ingerindo bebida alcoólica na vila, depois que retornara da pescaria. Diante das informações do policial rodoviário, é possível que o motoqueiro, em estado de embriaguez, não tenha tido reflexos suficientes para controlar a motocicleta, quando esta derrapou na pista de piçarra. (Vela Preta/Waldyr Silva)

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Padrasto é assassinado por enteado adolescente



Alegando que agiu em legítima defesa da mãe dele, um adolescente de 17 anos de idade se apoderou de uma faca e matou o próprio padrasto, identificado pela polícia como Diego da Silva Santos (foto), 23 anos, natural de Curionópolis (PA). A tentativa de homicídio ocorreu por volta de 1 hora da madrugada desta segunda-feira (3) no Bairro União, mas a vítima só veio a óbito às 4 horas da manhã, depois de receber os primeiros atendimentos médicos no hospital municipal de Parauapebas.
Ainda transtornado pelo cometimento do homicídio, na manhã de ontem (segunda-feira), na delegacia de polícia, o adolescente contou para a reportagem que o padrasto dele chegou em casa embriagado e ameaçando matar a mãe dele, adolescente, com uma faca.
“Cheguei da Igreja Quadrangular e presenciei aquela cena: meu padrasto com uma faca na mão e tentando enforcar minha mãe, e aí fiz esta besteira”, declarou o rapaz, chorando, dizendo-se bastante arrependido do crime que cometera. (Vela Preta/Waldyr Silva)

sábado, 1 de dezembro de 2012

Caçamba atropela e esmaga criança de 5 anos de idade



Um grave acidente com vítima fatal ocorreu por volta das 16h15 desta sexta-feira (30), na estrada de acesso ao Projeto Pipa, proximidades das Casas Populares II, em Parauapebas, provocando a morte da menina Liviane de Jesus Ferreira, de apenas 5 anos de idade.
O causador do acidente fatal foi o motorista da caçamba de placa ECT 3022 (São Paulo-SP), não identificado pela polícia, que após o atropelamento se evadiu do local, sem prestar socorro à pequena vítima, que teve parte do corpo dilacerada pelo baque e rodas do caminhão.
Em declarações prestadas à reportagem, Fábio dos Santos, presidente da Associação de Moradores de Sem-Teto Sonhos do Lar, lamentou o trágico acidente e prometeu, junto com a comunidade, fazer uma manifestação e impedir que outras caçambas da empresa transitem no local, até que a pista seja sinalizada com placas e quebra-molas e a família da vítima seja assistida.
“O motorista da caçamba transitava em alta velocidade na pista, e por isso não teve tempo de parar o pesado veículo, só conseguindo quando já estava com os pneus sobre o corpo da pequena Liviane”, relata o líder comunitário, observando que a massa encefálica, o coração e o fígado da menina se deslocaram do corpo e ficaram a uma distância aproximada de 3 metros. (Vela Preta/Waldyr Silva)